top of page

É possível lecionar inglês usando estratégias de Picasso?

 

 

Acredito que sim, baseando-se na sua observação, experiência e um pouco de ousadia para arriscar.

Pensando nesses passos, observo as obras de Picasso na fase inicial, onde retratos como esse eram representados de forma realista, como numa foto.

Já numa fase posterior Picasso  simplifica as formas do retrato.

Na fase posterior a essa Picasso representava o modelo à sua maneira, criando um estilo próprio.

Analisando a trajetória de Picasso podemos fazer um paralelo com as fases metodológicas do(a) professor(a) de inglês.

Primeiramente, o(a) professor(a), por exemplo, pode seguir livros e manuais onde regras costumam ser mais rígidas.

Numa segunda fase, o(a) professor(a) pode introduzir materiais complementares tais como flash cards, jogos e CDs.

Numa terceira fase, o(a) professor(a) pode ter mais liberdade para elaborar suas aulas, usando os inúmeros recursos da internet como vídeos, filmes, jogos, blogs, livros, músicas...

Na verdade, prefiro a terceira fase. Encorajo os alunos a usarem os recursos da internet dentro e fora da aula.

Acreditando que o aluno pode adquirir a fluência do idioma pela prática, vejo que quanto maior o interesse do aluno por estes recursos, maior será a prática, e consequentemente maior será a chance de se tornar fluente.

Estabeleço, assim, a seguinte estratégia: durante as aulas concentramos a prática na conversação, baseada em algo lido ou escutado.

São dadas pinceladas gramaticais para o aluno aprender ferramentas e ter mais desenvoltura ao aplicar a regras.

Como lição de casa, sugiro a prática do listening/reading com recursos da internet e writing, onde o aluno envia mensagens para mim, em inglês pelo whatsapp.

Corrijo a mensagem e envio um feedback ao aluno pelo whatsapp, onde desta forma ele irá alimentar seu banco de dados.

Quando o aluno escreve as mensagens, tem um tempo maior para pensar, elaborar e organizar suas ideias.

Por ser pelo whatsapp, a linguagem é geralmente informal, parecida com a fala.

Portanto, quanto mais o aluno praticar a escrita (com supervisão) maior será o desenvolvimento da fala.

Tenho trabalhado dessa forma e obtido resultados muito bons.

Você gostaria de experimentar essas estratégias?

Agende uma sessão comigo sem compromisso e poderei demonstrar como funciona.

Será um prazer ajudar você a aprimorar suas aulas.

 

Um grande abraço,

Maria de Fátima

Arte-educadora e professora de inglês

Whatsapp (11) 93031 6063

 

 

3 visualizações0 comentário

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page