Aprender um idioma é como aprender a tocar piano

Atualizado: 23 de ago. de 2021



Aprender um idioma é como aprender a tocar piano. Quanto mais se pratica, melhor fica.

Lembro-me de um slogan de uma conceituada escola de São Paulo que dizia “ Aprender inglês aqui é como andar de bicicleta. Você jamais esquece”.

Este slogan causava um grande impacto positivo nos alunos. É fato que os alunos daquela escola tinham os melhores resultados, mas acredito que era um instituto que além de usar abordagens educacionais extremamente significativas atraía alunos que gostavam do idioma , tinham habilidade e tempo para estudar.

Era como se fosse uma escola de artes captando alunos que gostassem e tivessem habilidade para desenvolver dons artísticos.

No entanto, como professora de inglês para adultos, vejo alunos que procuram o estudo do idioma para conseguir uma melhor oportunidade no trabalho, viagens ou se comunicar com falantes nativos.

Muitas vezes, o aluno adulto tem interesse por uma motivação externa, mas não aprecia muito o inglês e não “tem tempo” para praticá-lo.

Por falta de prática, os resultados obtidos são baixos, e o aluno acaba ficando desmotivado em notar que participa de aulas há séculos, mas não consegue a fluência desejada.

Vejo que é possível envolver o aluno pela prática constante através de filmes, trailers de filmes, blogs, e-books, canções, entrevistas, blogs, exercícios de gramática online que podem ser vistos dentro e fora da sala de aula.

Quando o aluno aprende a gostar do inglês, por exemplo, fica mais fácil o envolvimento e ele começa a praticar cada vez mais!

É importante dizer ao aluno que aprender um idioma é como tocar piano, que pode ser uma prática prazerosa e para atingir a fluência é preciso exercitar-se de forma constante e cabe ao professor ou escola utilizar estratégias para que isso aconteça.

Além disso, estudar inglês é um processo sem fim. Não importa se o aluno estudou 5 ou 7 anos. Ele precisará praticar sempre com o professor, ou se não quiser ter mais aulas, procurar recursos como a internet, vídeos, livros, etc para não deixar “a melodia fora do tom”. O aluno pode encarar isso como uma atividade prazerosa e por conta disso irá procurar desenvolvê-la cada vez mais.

Portanto, não concordo com o slogan “Aprender inglês é como andar de bicicleta. Você jamais esquece” e muito menos com o que oferecem certas escolas que dizem “Aprenda inglês em oito meses.”

Acredito sim na capacidade dos professores e alunos em dialogar para encontrar formas de ensino mais significativas e envolventes.

O aluno que aprende a gostar do que está estudando aprende a estudar.

Aprender um idioma é como aprender a tocar piano.


Um grande abraço,


Maria de Fátima

whatsapp (11) 99778 9628

www.inglescomprazer.com.br

www.idiomascomarte.com

Cena do filme "Big" ("Quero ser Grande") com Tom Hanks


32 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo